24.5.15

Manchetes do Mês Passado - I

Olá, povo.

Vou começar uma nova sequência no blog, um apanhado das notícias que tenho lido, com um pequeno resumo/contexto. Eu utilizo o aplicativo RSSDemon no celular, que junta diversos sites num lugar só - como se fosse um jornal personalizado, e seleciono algumas notícias para estes posts. Então, segue uma lista com as últimas notícias que me chamaram a atenção. Neste começo vou postar as minhas favoritas mais antigas, que acumularam, mas daqui a um tempo serão notícias mais atuais.

-

17 de abril de 2015


Uma matéria curta, mostrando um vídeo da companhia Unicor, que gerencia mão de obra em prisões, que emprega prisioneiros em call centers por um salário que pode chegar à 23 centavos por hora (o salário mínimo dos EUA é de aproximadamente 7 dólares por hora). "Todos os benefícios da terceirização offshore dentro dos EUA!"


Matéria do jornalista Jeremy Scahill, autor de um livro que virou documentário, Dirty Wars, em conjunto com a revista alemã Der Spiegel. Foi baseada em uma apresentação Top Secret (fornecida por uma fonte ainda desconhecida), sobre a centralidade da base alemã em Ramstein para o programa de drones dos EUA. A conexão Ramstein-drones sempre foi negada tanto pelos alemães quanto pelos americanos.

24 de abril de 2015

The Intercept*: "A Ferramenta Chave da Propaganda da Guerra ao Terror: Apenas Vítimas Ocidentais São Reconhecidas"

Matéria do excelente Glenn Greenwald, uma das pessoas que Edward Snowden entrou em contato para vazar seus documentos em 2013. Recentemente, o Presidente Obama pediu desculpas por um ataque de drone que matou dois reféns acidentalmente. O que Greenwald aponta é que os EUA tem um histórico recente e brutal de matar mulheres, crianças e homens inocentes com drones, inclusive com diversos ataques a casamentos e até a equipes de resgate e funerais. Além disso, ele aponta que os EUA consideram todos os homens entre 18 e aproximadamente 50 anos que estão na área atingida pelos mísseis como "combatentes inimigos", a não ser que, postumamente, se prove que eles não eram militantes (veja esta matéria do New York Times). Segundo Greenwald, "essa mentalidade é o ápice da desumanização".

26 de abril de 2015

Zero Hedge: "A Não-Pax Americana: Onde se Pode Encontrar Forças Especiais Americanas ao Redor do Globo"

Do Wall Street Journal: "Ao longo do ano passado, forças especiais foram para 81 países, a maior parte das vezes para treinar os locais para que forças americanas não precisem lutar". Segundo o jornalista Nick Turse, que se dedica a acompanhar de perto as forças especiais, o oficial de relações públicas do Special Operations Command (SOCOM) declarou um total de países ainda maior: 133 para o ano fiscal de 2014. Ainda segundo Turse, isso resultou num total de 150 países ao longo dos últimos 3 anos.

Zero Hedge: "Banco Central de Boston Admite que Não Há Saída, Sugere que Compra de Ativos (QE) Se Torne Política Monetária Normal"

A unidade de Boston do Banco Central dos EUA, num novo paperdiscutiu a possibilidade do programa de compra de ativos (Quantitative Easing) se transforme de opção "extraordinária" de política monetária para uma ferramenta normal de política monetária. É claro, essa política tem feito maravilhas para 1% dos estadunidenses (NYTimes, Washington Post), enquanto a participação da população na força de trabalho está em níveis baixos recordes (mais de 93 milhões de adultos não estão trabalhando, nem procurando trabalho)...

-

*: Os blogs "Unofficial Sources" e "The Intercept" fazem parte da First Look Mediaum conglomerado de mídia alternativa financiado pelo bilionário dono do PayPal e do eBay, Pierre Omidyar. Este conglomerado foi fundado em parceria com Glenn Greenwald e outros, e sua primeira matéria foi sobre os documentos de Edward Snowden. Alguns criticaram Greenwald, dizendo que ele "vendeu" os documentos para um bilionário com laços com a Casa Branca. Eu acho que sim, houve uma cooptação e algumas revelações ainda mais explosivas podem ter sido censuradas. Porém, o time de jornalistas é de alta qualidade e as matérias são bem diferentes do que está na mídia convencional e em boa parte da mídia alternativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Locations of Site Visitors